international_luxury_travel_market_cannes_2012.jpg

O setor de viagens de luxo adota a mídia social

O evento, somente para convidados, facilitou mais de 51.000 reuniões individuais entre a elite do setor de viagens de luxo - hotéis, agências de viagens, operadoras de turismo e mídia. Esse é provavelmente o único evento do setor de viagens que conta com a participação de todos os 6 editores da Conde Nast Traveller.

Este ano ILTM em colaboração com O Laboratório do Futuro apresentou um relatório inovador sobre as tendências emergentes no mercado de viagens de luxo.

De 3 a 6 de dezembro de 2012, o Palais des Festivals em Cannes sediou uma das mais esplêndidas feiras de viagens de luxo do mundo: ILTM (International Luxury Travel Market).

Uma parte substancial do relatório é dedicada a  " engajamento na mídia social " de marcas de viagens de luxo. Atualmente, este o setor de luxo adota a tendência de presença on-line - especialmente a mídia social - e expressa o principal conteúdo desse movimento estratégico.

Os especialistas do Future Laboratory afirmam: "A mídia social não é mais apenas uma forma adicional e prática de falar com os viajantes de luxo. Ela é uma voz dominante em toda a conversa entre a marca e o consumidor. Acho que não é mais possível separar o mundo digital do mundo físico quando alguém se envolve com seus produtos e serviços", diz Bonke, da Starwood Hotels. 'O social é o lado quente do digital no momentoe vemos isso como uma grande oportunidade de compartilhar uma experiência rica e envolvente com nossos clientes", diz Gabaldon, do Ritz-Carlton. O Future Laboratory revela que quase metade (46%) dos compradores de viagens que se envolvem com clientes de luxo por meio das mídias sociais obtém um feedback mais positivo, e 55% desse grupo afirmam que as mídias sociais aumentaram seus negócios. "*

O Future Laboratory fez uma pesquisa com os expositores da ILTM (principalmente hotéis de luxo de todo o mundo). Os resultados são realmente otimistas para agências de marketing on-line: mais de 80% dos expositores se comunicam com seus clientes por meio da mídia social.  O Future Laboratory também aponta um possível conflito de interesses entre os hotéis de luxo e as operadoras de turismo e agências de viagem: essas últimas mostram sinais de preocupação com o fato de que os hotéis poderiam facilmente ignorá-las, deixando-as sem emprego. Os resultados se mostraram contra-intuitivos e deixaram os temores sem fundamento. De acordo com os dados coletados pelo Future Laboratory: " 55% dos compradores disseram ao The Future Laboratory que a mídia social aumentou seus negócios - mais de quatro vezes mais do que aqueles que disseram que não aumentou. "*

vista da iltm 2012 em cannes

Aqui estão alguns exemplos de abordagem criativa da presença social pelos líderes do mercado de viagens de luxo*:
- No Garden Court Hotel, no Vale do Silício, na Califórnia, os hóspedes recebem recomendações sobre os melhores aplicativos para iPhone a serem baixados, os tweets do dia e os melhores locais em Palo Alto para fazer check-in no Foursquare.

- O novo site do Four Seasons Hotels incentiva os hóspedes a ver o que os hóspedes anteriores
estão falando sobre suas propriedades no TripAdvisor, Twitter e Facebook.

- Viceroy, Standard e Thompson recompensam os hóspedes com coquetéis, tratamentos de spa e quartos gratuitos para check-ins virtuais via Foursquare, Facebook e Twitter.

- O Ritz-Carlton Resorts of Naples pergunta aos seus fãs no Facebook como eles gostam de seu café. Os fãs que respondem à pergunta e se hospedam em seu resort recebem um café entregue de acordo com suas especificações exatas - sem precisar pedir.

- O Fairmont Hotels oferece preços de quartos com desconto exclusivos para mídias sociais.

- O Hotel Seven, em Paris, dá um passo adiante ao usar o Facebook como o canal exclusivo de
fonte de notícias sobre hotéis e da menor tarifa de quarto disponível.

*Fonte: "Luxury Futures: A Global Snapshot of New and Emerging Trends in the Luxury Travel Market", do Future Laboratory

Leia mais artigos deste autor

clique aqui